Participantes no Workshop sobre Plano de Saneamento de Viana pedem colaboração dos munícipes

Luanda – Os participantes no Workshop sobre ? O Plano Estratégico de Saneamento de Viana?, que se realizou hoje, quinta-feira, no municipio recomendam que algumas tarefas devem ser entregues às próprias comissões de moradores e aos munícipes para que se possa trabalhar melhor com as operadoras na eliminação dos resíduos sólidos.

No fim do encontro, em declarações à Angop, o Director dos Serviços Comunitários da Administração de Viana, Bunga Filipe, adiantou  que “quem produz os resíduos sólidos é a população, então este processo para  ter exito deve passar pela reeducação ambiental dos municipes, para que possam saber como tratar o lixo”..

Para ele, este foi um encontro que produziu efeitos positivos uma vez que foram conseguidas contribuições validas e “ vamos organizar um  documento para que no próximo encontro da administração de Viana seja aprovado esse regulamento para que se possa por em práctica o plano estratégico de saneamento local”.

O primeiro encontro do género, recordou,  foi realizado em Junho,  com as Comissões de moradores e a participação dos membros do conselho administrativo de concertação social onde foram recolhidos subsídios para o enriquecimento do tema, e na sequencia realizou-se o encontro com algumas direcções do governo da província de Luanda que ofereceram o seu contributo.

“ Feito o balanço,  concluiu-se que município de Viana não vive uma boa saúde em termos de saneamento, as operadoras têm tido muitas falhas na recolha dos resíduos sólidos , então pensamos que com a integração de brigadas de saneamento para assessorar o trabalho e outros intervenientes em  áreas de difícil acesso, será possível melhorar”, afirmou.

Nas áreas de difícil acesso  vão ser utilizadas motas de três rodas e outros meios para que o lixo seja removido do interior dos bairros para as vias principais onde as operadoras têm mais facilidade de colocar os compactadores ou contentores e fazerem o transporte do lixo até o aterro sanitário, disse.

Temas como ”Plano Estratégico de saneamento de Viana, Saneamento em Viana, Agua, Gestão de resíduos sólidos, saneamento, saúde, educação, vias rodoviárias, urbanismo, foram abordados no evento.

Foram convidadas ao workshop, as Direcções provinciais de  Urbanismo e habitação,  das obras públicas, unidade técnica de gestão e saneamento de Luanda, EPAL, EDEL, ELISAL, ambiente, energia e agua e o UNICEF, na qualidade de consultora.

ANGOP

back to top of blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

back to top