Responsável da EPAL exorta munícipes a denunciarem casos de garimpo de água

Luanda – O Director de Estudo e Projectos da Epal, Venceslau Chissupa, exortou hoje, quinta-feira, no município de Viana, em Luanda, que a população denuncie os casos de garimpo de água, para que todos os munícipes tenham acesso ao liquido sem constrangimentos.

O responsável que participou no workshop sobre “O Plano Estratégico de Saneamento do município de Viana”, em declarações à imprensa apelou  a população local a denunciar os casos de garimpo à EPAL e à Administração local,  porque a água é para ser consumida por todos  e não para ser comercializada por terceiros.

Venceslau Chissupa afirmou que em   relação aos projectos em execução, em  viana, está já concluído o Centro de distribuição do Polo Industrial de Viana,  com uma capacidade de 30 mil metros cúbicos, de reserva que vai poder abastecer uma  boa área da Vila de Viana, a Regedoria e reforçar a distribuição no condomínio da Sonangol e redores.

Existe a partir do Polo Industrial de Viana, deu a conhecer o responsável, uma conduta que se estende até aos prédios do Zango que vai  fazer distribuição no Zango I até ao III.

Segundo ele,  encontram-se  a capacitar  tecnicamente o pessoal da EPAL para poder responder  a todos os problemas que sucederem na rede de distribuição.

Para  a área da Sapú Vacaria, continuou , está em curso o concurso publico para edificação do centro de distribuição  da Sapú que brevemente vai-se receber a proposta para poder entrar em execução.

Acrescentou que se encontram em curso as ligações domiciliárias para Viana com 96 mil junções, desta estão executadas 79 mil ligações e vai-se melhorando  o abastecimento de água no município.

Neste momento, referiu, com as ligações já executadas, a Vila de Viana é que terá maior consumo.

Nos Mulenvos e o KM 9, onde o executivo está empenhado a por fim a este problema de água e evitar que a população esteja sempre a atravessar a via expressa para procurar o liquido, já estão lá executadas cerca de 11 mil ligações.

Uma conduta de 300 milimetros , informou ,  será lançada no KM 9  onde existe  um centro em construção que poderá ser entregue  até o fim de este ano.

O  Director de Estudo e Projectos da Epal, Venceslau Chissupa, recordou que a área comercial,   está sempre a sensibilizar a população para fazer o pagamento das ligações e depois fazer os contratos com a EPAL.

ANGOP

back to top of blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

back to top